Kylie.com.br

* Big Entrevista de Kylie – Realmente Emocionante *

Leia uma entrevista especial de kylie ao jornal australiano herald sun onde ela abre o coração e fala principalmente sobre sua volta aos palcos, confira a entrevista na íntegra que traduzimos especialmente para você:





Há uma camiseta que os fãs da Kylie Minogue não poderão comprar como uma lembrança da sua Showgirl Homecoming Tour.

Elas são as camisas que a cantora está planejando estampar para a sua equipe, inspirado no slogan da banda Frankie Goes to Hollywood – "Kylie Says Relax" (Kylie diz relaxe).

"O lema para esta turnê é – "Nós estamos sob estresse," diz Kylie.

"Não precisamos de estresse. Tudo o que tenho que fazer é olhar o meu site e aquela contagem regressiva me dá uma crise nervosa"!

A contagem regressiva em questão é o relógio digital no www.kylie.com mostrando o tempo exato que falta para Kylie voltar aos palcos em Sydney no próximo dia 11 de novembro.

Ela gostaria de manter os detalhes de sua provação particular, uma das poucas coisas sobre sua vida compartilhada com o público por mais de 20 anos, que ela pode manter para si mesma.

Kylie faz um pausa quando é perguntada sobre os aspectos positivos que ela tirou com a doença.

"Positivo? Quando vocês vão entender? É sobre pessoas… minha família, amigos, minha equipe de médicos… e como nós somos flexíveis. Como você descobre diferentes formas de você mesmo, você não entende como lidar com a situação".

"É como se o mundo estivesse caindo ao seu redor e ninguém sabe, até que esteja naquela situação, como você enfrentará isso. E havia muito amor e benevolência dos meus fãs e do público em geral".

Ela negou as reportagens que mantinha um diário de seus pensamentos ao longo do tratamento.

"Eu realmente não escrevi nada ao longo de todo diagnóstico, cirurgia e tratamento. Só ao fim da radioterapia que comecei a escrever um pouco. Eu não podia. Não podia concentrar".

"Os amigos me enviavam DVDs e queriam saber por que eu nunca assistia com eles. Eu não podia investir tanta energia em um filme. Eu simplesmente não podia fazer isso. Agora eu tenho pilhas de DVDs que assistirei um dia".

Durante sua recuperação, a irmã Dannii chegava nas casas de Kylie, em Londres e Paris, armada com DVDs de comédia – The Catherine Tate Show, Little Britain e Kath and Kim – para ajudar na recuperação de Kylie.

"Dannii foi fantástica", declarou Kylie. "Ela chegava… Lembro como estava fraca, quase não estava presente. Ela enchia meu iPod, colocando muita música do ritmo ‘salsa’. Simplesmente para me comover foi um belo momento. Ela trazia muita alegria".

Kylie disse que na época, Dannii estava ocupada gravando um novo álbum e também tornou-se porta-voz não oficial dela, toda vez que a irmã dava uma entrevista.

"Quanto mais penso nisso, vejo que ela foi incrível porque ela estava sob forte estresse na época, ela estava trabalhando e todos perguntavam sobre mim. Foi muito difícil para Dannii. Ela nunca trouxe nada disto para mim na ocasião. Nós ficamos mais íntimas e mais íntimas. Ela é impressionante".

Kylie retribuiu o carinho da irmã na boate G.A.Y de Londres em junho deste ano, surpreendendo Dannii no palco.

"Eu não percebi que era a primeira vez que as pessoas me viam no palco com um microfone na minha mão", diz Kylie. "Eu apenas quis estar com minha irmã. O efeito de ondulação que teve foi bastante espantoso".

A aparição, com Kylie de volta aos palcos, cantando, efetivamente empurrou o botão na sua volta para a carreira.

Kylie admite que outro efeito colateral da sua doença foi descobrir uma nova paixão por sua arte, e o impacto que ela teve nas pessoas diante a inundação infinita de cartões que ela recebeu do público.

"A descoberta que soa demais óbvia para mim em estar dizendo é, ‘Isto é o que faço’", fala Kylie.

"Faço apresentações, me relaciono com pessoas, comunicação é o que faço. Estou esperando para voltar ao trabalho, mas estou mais determinada do que antes para fazer ainda melhor. Eu sinto realmente inspirada, ainda mais que tenho uma porção de tempo".

Antes do seu diagnóstico, muitos em volta de Kylie sentiam que sua Showgirl Tour poderia ser seu último show antes de um longo tempo em sua carreira. Ela insinuou isso na época do lançamento da coletânia Ultimate Kylie.

"Eu adivinhei, disse sem entender porque estava dizendo isso. Eu obviamente precisava parar. Finalmente, parei".

Depois de um longo, e mais inesperado, tempo em sua carreira, Kylie começou a "engatinhar" de volta a música e ao estúdio de gravação.

Kylie nem mesmo estava segura que podia cantar, depois de meses de tratamento intensivo de radioterapia.

"Estou contente por dizer que é como andar de bicicleta", Kylie disse sobre sua voz. "Ela está de volta. Eu estive no estúdio por várias vezes com diferentes pessoas".

Kylie esteve junto com Jake Shears e Babydaddy dos Scissor Sisters em Nova York, o time por trás de seu hit de 2004 "I Believe In You". A viagem para Nova York criou uma nova canção White Diamond, e Kylie dá a dica que a música estará na Homecoming Tour.

"É gloriosa", Kylie falou sobre a música. "É mais uma música da minha parceria com Jake e Babydaddy. É um grande, brilhante momento que nós abraçamos juntos. Nós estávamos morrendo de vontade de voltar ao estúdio juntos novamente".

"Jake é o maior", disse Kylie. "A última coisa que ele me disse foi: ‘Nós deveríamos vestir a roupa um do outro!’ porque somos tão semelhantes, de todas as formas".





Kylie é modesta quando perguntada se White Diamond é, segundo rumores, uma metáfora para força e resiliência, escrita durante a sua recuperação.

"Há metáforas lá", ela disse. "Todos nós queríamos escrever algo sobre aquele momento. Não aquele momento, não o momento difícil, mas o momento quando nós estávamos escrevendo isso".

A cantora confirma que escreveu canções sobre sua experiência difícil de vida.

"Eu fiz várias outras músicas nas quais disse o que estava sentindo, mesmo se elas nunca terminarem em um álbum, terei algum material reservado".

Depois da diversão urbana do seu último álbum Body Language, ela disse que seu novo material será sua volta a legítima pop music.

"É um sexy pop. Sem vergonha. E algumas das músicas serão mais lentas, tentando ser efetivas mas minimalistas. Tenho demos de canções em estilos diferentes por enquanto. Fizemos quase tudo, estamos nos permitindo sentar e ver o que nós ainda gostamos depois de alguns meses".

Kylie voltará ao estúdio de gravação depois que terminar sua turnê no Reino Unido em janeiro.

"Ninguém está com pressa para fazer um álbum inteiro agora. Nós estamos fazendo progressos, desenvolvendo sons, engrenando novamente. Eu amo isso. Eu estou muito feliz por estar de volta ao estúdio".

Não foi apenas a gravação que deixou Kylie ocupada durante sua recuperação, a cantora trabalhou em outros projetos.

"É uma parte importante da recuperação para progredir e fazer as coisas que você sabe e ser quem você é", ela disse.

"Eu estou certa que vou olhar para trás neste período e pensar: ‘Como é que fiz tudo isso?’ Não faz nem um ano da minha recuperação e estou gravando e fazendo ensaios fotográficos e nós estamos filmando um material novo para os telões do show".

"Eu quase não parei. Não quero apavorar as pessoas que estou exagerando, mas estive fazendo quase tudo. Estou tentando acumular a minha força".

Longe da música, Kylie escreveu um livro para crianças The Showgirl Princess e lançará um novo perfume Darling.

"Estive trabalhando nisso durante aproximadamente três anos", fala Kylie sobre seu perfume, a ser lançado em novembro na Austrália.

"Essa minha primeira aparição será um momento de realização. Basta dizer que houve meses e meses onde eu não pude fazer nada, mas pensava em fazer estas coisas. Agora consigo ver através das coisas. Tudo parece estar acontecendo ao mesmo tempo".

Contudo, o retorno aos palcos é o foco imediato de Kylie.

Inicialmente ela estava planejando ajustar a sua Showgirl Tour, ela fez shows no Reino Unido e Europa e depois iria para Austrália.

Porém, o time criativo de KylieWilliam Baker e Steve Anderson – refizeram o show dramaticamente.

"Foi remontado. Em parte pela necessidade, mas principalmente porque queríamos. Isto é o que fizemos. Tentamos não fazer duas apresentações iguais, assim não estou indo fazer a maior turnê da minha vida da mesma maneira. Simplesmente não poderia ser a mesma".

"Se eu fosse estar nos mesmos figurinos, que funcionam exatamente do mesmo jeito, iria me sentir enganada comigo mesma. Estou em um tempo diferente".

Ao começar
os ensaios para a turnê, o primeiro teste que Kylie passou para sua saúde, foi se adequar a um velho regime.

"Eu ainda tenho que descobrir como será o meu desempenho, como me sentirei, como estarei na apresentação. Obviamente estava apresentando inconscientemente embaixo de alguma tensão na última vez. A única coisa que eu não estou segura é a resistência para fazer um espetáculo, mas veremos".

"Estou bem preparada dentro dos ensaios. Há outro nível de decisões a serem feitas depois disto, outro nível de pensamento e físico para mim. Apenas com os ensaios realmente não posso medir como estou fazendo. Todos estão completamente atentos, se eu tiver que adaptar coisas mais adiante, em qualquer fase, nós faremos isto".

É real a excitação dos melhores amigos Kylie e William Baker que reacenderam a sociedade criativa – que havia terminado durante a Showgirl.

"Estamos casados novamente", ela brinca.

William tirou uma série de fotos com Kylie, incluindo as fotos para o novo calendário da australiana. Ele contou a um britânico recentemente: "Eu não quero que todos pensassem nela como uma sobrevivente de câncer. Quero que as pessoas lembrem como ela é: forte e sexy".

Kylie, William e Steve também fizeram adaptações no grande setlist da tour.

"A tendência é continuarmos colocando canções que deixem o espetáculo mais longo", disse Kylie. "O efeito desejado é torná-lo um pouco mais fácil para mim".

Kylie tem visões para sua nova tour que vai além das lantejoulas e do brilho de sua tour original, a Showgirl.

"Não é necessário ser grande. Grande não necessariamente significa ser melhor, evolui-se aos poucos. Se a Showgirl é uma adolescente. Homecoming é uma mulher".

O show será totalmente com novos figurinos (John Galliano, Bodymap, William Baker, Dolce & Gabbana, Karl Lagerfeld for Chanel e Matthew Williamson for Pucci) e Kylie nega os rumores que saíram na internet dizendo que ela usaria peruca na sua volta.

"Seria também muito quente. E tem mais, seria errado criar uma ilusão de como eu era antes".

"Eu tive boa aceitação com o cabelo curto e não há muito que se possa fazer no momento. Eu quero sentir leve e livre. Eu quero que essa tour seja uma expressão de alegria para um começo".

"Eu quero colocar um pouco do que eu fiz em Impossible Princess anos atrás, onde existia brilho e esplendor. Espero que possamos incluir em parte do espetáculo que é um pouco mais profundo".

A doença de Kylie demonstrou a lealdade que sentiram, não somente seus fãs, que se agarraram em seus ingressos, mas a de toda sua equipe.

"Quando fui diagnosticada e, por alguns meses ninguém tinha idéia do que iria acontecer, meu gerente da turnê me disse que a equipe teve de buscar outros trabalhos, mas só provisoriamente e que, se eles fossem chamados para minha tour, estariam de volta e, assim, poderiam sair de seus outros trabalhos".

"Há muita devoção. Eu estou certa que vou ver nos membros dessa forte e grande equipe, que tem feito de tudo, com talvez uma pequena lágrima em seus olhos".

A emoção que cerca a volta de Kylie tem arrepiado seu subconsciente.

"Eu sonhei que cheguei a um teste de som e corri até as backing vocals e abracei-as e todos estavam em lágrimas".

"Eu jantei com um amigo que me perguntou: ‘Como vai ser aquele momento? ‘," referindo à volta aos palcos de Kylie.

"Eu penso freqüentemente nisso. No entanto, eu simplesmente não posso responder. Será o que será. Talvez seja um momento de união, quem sabe?".

Comentários ()
Tags: Sem categoria Publicado por Staff KYLIE.com.br em 6 de outubro de 2006 às 11:10

Você pode se interessar também por:

Facebook

Twitter

Copyright © 2004-2017 KYLIE.com.br - Kylie Minogue Brasil. Todos os direitos reservados.

Designed por Leo