Kylie.com.br

Confira tudo que rolou no primeiro episódio do The Voice UK

Logo na primeira canção apresentada na fase blind auditions do The Voice UK, Kylie já foi homenageada por um dos concorrentes: Lee Glasson que, no episódio de estreia exibido neste sábado (11), cantou uma versão completamente inovadora para o clássico pop “Can’t Get You Out of My Head“. A equipe de jurados foi unanime, e todos viraram sua cadeira para Glasson. Kylie em especial, claro, se entusiasmou com o que ouviu.

Wow wow wow! Que voz misteriosa, parece que vem de outro mundo. Você tem aquela ‘coisa’ que nós estamos procurando. Obrigado por ter nos rendido com essa apresentação -- comentou a cantora.

O cantor foi coerente com a homenagem que prestou e escolheu Kylie como técnica. A australiana encerrou o episódio com duas vozes em seu time, tendo virado quatro vezes para os concorrentes que se apresentaram.

Além de Glasson, Leo Ihenacho foi para o time de Kylie. Ele se apresentou com a canção “Holding Back the Years“.

Neste primeiro episódio, destaca-se a excelente média de qualidade dos concorrentes. Se ainda não tivemos uma apresentação necessariamente avassaladora, pelo menos vimos uma excelente gama de versatilidade -- tanto no perfil dos participantes quanto nas canções escolhidas.

De “Don’t Let Me Be Misunderstood” a recente “Get Lucky”, tivemos jovens de 16 anos que já tocam piano e violão até uma senhora com pouco mais de 50 anos que decidiu retomar a carreira de cantora após anos afastada dos palcos devido ao câncer do falecido marido.

Alguns momentos desse primeiro episódio foram particularmente especiais. Quando Danielle, por exemplo, não foi selecionada por nenhum dos técnicos, pediu que eles realizassem pelo menos o sonho de sua pequena filha de estar naquele palco e conhecê-los. A presença da garotinha foi recebida com carinho por Kylie, que a abraçou e a segurou no colo, aflorando seu lado maternal que até hoje nunca foi colocado em prática, uma vez que a cantora não tem filhos.

Acho que essa será a única pessoa menor do que eu a sentar nessa cadeira! -- brincou.

Foi também no capítulo de estreia que presenciamos a dificuldade que a própria cantora diz ter na hora de tomar decisões.

Quando o jovem Ryan Green levantou a plateia com “Don’t Go” (e a animação foi realmente merecida) e não foi escolhido por nenhum dos técnicos, Kylie confessou nas cenas de bastidores:

Tem uma hora que eu penso: por que nenhum de nós virou? Fico mal só de começar a falar sobre isso.

Quando a cadeira da cantora virou após o tempo estipulado e ela descobriu que a voz era de um menino de 16 anos que já sabia tocar piano, sua expressão deixou nítido o arrependimento da cantora. Escolher, para Kylie, realmente é algo difícil. Principalmente quando precisa dizer “não”.

Não foi apenas a presença de Kylie Minogue que deixou o início da terceira temporada do The Voice UK mais caloroso e dinâmico. Se a australiana (sempre inquieta e visivelmente empolgada com a experiência) deu um brilho a mais ao programa, Ricky Wilson, vocalista do Kaiser Chiefs, também merece reconhecimento, pois tem um carisma infinito e uma grande desenvoltura com o formato da atração logo na estreia.

Pelo visto, temos muito o que esperar da terceira temporada do The Voice UK! Confira, abaixo, a lista completa das apresentações do capítulo do último sábado:

Lee Glasson -- “Can’t Get You Out of My Head”
Christina Marie -- “I Have Nothing”
Danielle -- “L-O-V-E”
Anna McLuckie -- “Get Lucky”
Tara Lewis -- “You Make My Dreams Come True”
Ryan Green -- “Don’t Go”
Beth McCarty -- “Sexy and I Know it”
Sally Barker -- “Don’t Let Me Be Misunderstood”
Leo Ihenacho -- “Holding Back the Years”

O próximo episódio de The Voice UK será exibido no dia 18 de janeiro.

Comentários ()
Tags: Reviews The Voice The Voice UK Publicado por Matheus Pannebecker em 13 de janeiro de 2014 às 02:20

Você pode se interessar também por:

Facebook

Twitter

Copyright © 2004-2017 KYLIE.com.br - Kylie Minogue Brasil. Todos os direitos reservados.

Designed por Leo