Kylie.com.br

Entrevista completa para a revista YOU

Em Londres depois de sua exaustiva turnê mundial Aphrodite Les Folies, Kylie está relaxando e aproveitando as ‘ferias’. Ela concedeu uma entrevista exclusiva para Jane Gordon da revista YOU, no escritório de seu empresário. A cantora que parece mais jovem do que nunca, fala sobre sua vida pessoal, sua família e muito mais.

Na ocasião, Kylie usava um vestido com com corações vermelhos da mais nova coleção Yves Saint Laurent, um par alto de sapatos pretos também YSL e brincos dourados Dolce & Gabbana. Ano que vem Kylie comemora 25 anos como uma artista e vive uma das melhores fases de sua vida.

Confira abaixo a matéria na íntegra que traz um photoshoot inédito para a nova coleção Kylie at Home.

Por muito tempo eu achei que estava vivendo no corpo de um estranho, mas agora eu sinto mais como eu mesma. Quase sete anos se passaram desde que fui diagnosticada com cancer de mama, e de forma alguma vou ter o corpo que eu tinha antes do diagnóstico. Parei de tomar o Tamoxifen [o remédio anti-estrogenio para tratamento de cancer], e fiquei preocupada por minha segurança ter sido tirada. Tamoxifen é desagradável, mas você não se importa de algo fazer você se sentir mal se é isso que você precisa. Mas eu me sinto bem agora.

Preciso me sentir livre, para saber que posso partir para coisas novas, que não há opções. Odeio aquela visão arcaica de que você pode fazer só uma coisa. Nunca entendi, tempos atrás quando eu fazia Neighbours, porque algumas pessoas achavam que eu não poderia passar de atriz para ser uma cantora.

Não sei ao certo se o relacionamento com o Andres é o mais maduro que já tive, mas aí não sei ao certo o que ‘maduro’ significa de verdade. Tudo que sei é que nos sentimos tranquilos um com o outro e foi assim desde que nos conhecemos há três anos. Nós dois somos ocupados, mas tentamos ficar juntos o máximo de tempo possível pois sabemos que se você fica muito tempo sem se ver, é o fim. Andres veio comigo na turnê tanto quanto podia, o que foi demais, e ele esteve comigo de vez em quando em Londres desde então. Meu espanhol é péssimo, mas o Andres fala inglês muito bem.

Eu e William Baker (meu marido gay e diretor criativo) estivemos em vários shows em West London – isso é pesquisa para o musical sobre o qual falamos em fazer há anos. Não sabemos ainda como vai se chamar, mas estamos trabalhando no roteiro, e é legal sair para ver quem faz o quê, qual designer de palco você gosta, qual designer de iluminação – tem sido muito divertido. Se isso é trabalho, manda ver!

A foto que tenho no Twitter foi tirada quando eu tinha uns sete anos de idade em Wantirna, subúrbio de Melbourne, por um de meus tios. Ele é um cameraman, assim como outro tio e meu irmão Brendan – existe um sentido visual muito forte nos meus genes. Acho que veio de minha avó materna – ela tem um ótimo olho.

Minha avó tem 91 anos e ainda é cheia de diversão e vida. Ela foi a um dos shows de Aphrodite em Melbourne e a perdemos. Estávamos todos dizendo, ‘Cadê a vovó?’ e eventualmente a encontramos com minha banda, conversando, flertando e tomando um drink com eles. Ela é minha ídola.

Nem me deixe começar a falar sobre meus sobrinhos… O filho do meu irmão, o Charlie, tem agora cinco anos de idade e seu irmãozinho James tem dois, e o menino da Dannii, Ethan, tem um. Todos eles vieram ver o show quando estive em Melbourne e pude vê-los do palco. Fiquei vendo se eles ainda estavam lá – na metade de tudo, James não aguentou e foi dormir no meu camarim. Ethan estava balançando nos ombros do seu pai Kris – ele ficou por cinco números – e isso foi maravilhoso.

Odeio a pergunta, “Então, quando você vai ter filhos?” Mas por incrível que pareça nunca ouvi isso de minha mãe ou pai. Eles nunca pressionaram nenhum de nós. Por um tempo pareceu que nunca aconteceria com nenhum de nós e aí boom, boom, boom. A única resposta que tenho é, ‘Se acontecer pra mim – lindo.’ Terei que esperar e ver. Adoro crianças e adoro a ideia de ter uma família. E Andres é ótimo com crianças.

Meu sonho é ter uma casa com vários cães, mas meu problema é onde. Na Austrália, porque é lá que minha família está e não vou pra lá tanto quanto gostaria, ou Espanha, porque meu namorado está ajeitado lá? Comprei minha casa em Londres quando Andres e eu já estávamos saindo juntos, então é nossa casa. Estive muito ausente, então ainda tem muito trabalho pela frente, mas adoro o fato de que ainda não acabou.

Quando o Andres viaja, tudo que ele leva são dois pares de jeans, duas camisas, simples. Eu, por outro lado, coloco todas as minhas coisas nas minhas malas rosas. É o mesmo em casa: ele gosta de simplificar, eu não. Quando eu terminei a turnê dessa vez e voltei pra minha casa em Londres, eu estava muito, muito agradecida e pensei, ‘Este é meu lar.’

A cama deve ser um lugar para apenas duas coisas: amor e sono. Eu me tornei uma dorminhoca melhor do que costumava ser quando deixei de ficar no meu laptop ou assistindo TV na cama, por exemplo. Adoro arrumar as camas com roupa de cama nova – seja da minha coleção At Home ou alguma clássica – mas odeio muitas dobras. Gosto de poder puxar tudo ao meu redor.

A comida é um prazer muito compartilhado por mim e pelo Andres. Nós comemos no elBulli (um restaurante Catalão) uma semana antes de ele fechar no fim de Julho. Conversamos sobre isso desde que nos conhecemos. Comida é um de nossos lances. Em casa nós fazemos o almoço já falando sobre o que faremos no jantar. Andres cozinha mais do que eu mas sou uma ótima assistente na cozinha.

Gosto de sempre me ocupar. Quando não estou trabalhando, meu relaxamento é organizar meus guarda roupas. Meu irmão tem uma piada na qual ele diz, ‘Vai brincar com suas prateleiras hoje?’ Tirar as coisas, ordená-las em montes, eu adoro; me desligo e relaxo. Eu adoro usar as tesouras de jardim no meu quintal. De repente penso, ‘Sou minha mãe!’ Ela fica louca lá fora e meu pai fala, ‘Oh Deus, ela está picando tudo em pedaços de novo.’ Assim sou eu, também.

Eu morreria de vergonha se me fotografassem tentando dar uma primeira tacada num campo de golfe. Eu sou uma jogadora razoável e meu progresso ficou estagnado recentemente. Tentei manter desde o início (desde que Andres me convenceu a jogar há mais ou menos dois anos), que vários campos de golfe vem com lindos hotéis com spas acoplados, então existem opções: você não precisa sair num clima de inverno gelado. Mas Andres é apaixonado pelo jogo e adoraríamos fazer um campeonato de caridade juntos, no entanto espero que meu papel seja estritamente no putting green*.

*Putting green: termo do golfe que designa o campo de prática para tacadas de curto alcance

Dannii e eu somos muito próximas. Temos aquela coisa de irmãs onde se algo está errado com uma de nós isso não apenas nos incomoda, mas nos machuca. Existe grande amor entre nós e meu irmão – fomos criados dessa maneira.

Uma das memórias mais fortes que tenho da infância é brincar com meu irmão e irmã na nossa piscina de borracha. Nós fazíamos pequenos redemoinhos e aí corríamos para a calçada quente e nos deitávamos lá, e então pulávamos de volta na piscina. E Dannii e eu adorávamos brincadeiras de faz de conta, particularmente brincar de compras com dinheiro de verdade – era um caso sério.

Agora sou uma pessoa sempre coberta de protetor solar. Minha aparência sempre foi pálida e interessante e acabei de descobrir que tenho carência de vitamina D, que obtemos basicamente a partir da exposição da pele ao sol. Andres sempre me fala pra pegar um pouco de sol no meu corpo e eu fiz isso numa viagem recente à Ibiza, mas não no rosto.

Tenho que me conformar com envelhecer. O que posso fazer? De certa forma ficar mais velha pode ser fantástico – em outras maneiras nem tanto. Mas nem vale a pena pensar tanto sobre isso porque temos sorte por estarmos aqui, e é isso.

Não tenho cor natural dos meus cabelos desde os 16 anos, mas agora fiz ele menos loiro, e tenho que dizer que gosto dele mais escuro.

É legal retribuir um pouquinho. Apoio muito a NSPCC – fui a primeira embaixatriz deles – e a ChildLine, que comemora seu 25º aniversário no ano que vem. Também apoio a StudyVox FM, uma rádio online que toca artistas e bandas independentes. E a companhia de teatro Chickenshed veio ontem pegar alguns trajes que doei a eles. Eu também espero ir logo ao Great Ormond Street Hospital com minha banda e fazer algo acústico para as crianças.

Existe uma insegurança inerente a todos os artistas, quando você pensa, ‘Vou ser exposto pela fraude que eu sou.’ Mas acho que é isso que eu tenho que fazer.

Eu ainda fico assustada pelo tapete vermelho. Fico tão nervosa que começo a tremer. Todas essas pessoas alvoroçando para falar com você, fotografá-la – é estressante.

O nome Kylie em Inglês significa franca e canalizada. Mas o significado aborígene é curvado ou bumerangue. E eu realmente fico voltando…

AS PREFERIDAS DA KYLIE:

Aplicativo de iPhone favorito:
Mind Snacks Spanish — uma forma divertida de aprender uma língua.

Atual playlist do iPod:
‘Heaven’ por Emeli Sandé; ‘Save the World’ por Swedish House Mafia, e ‘Bounce’ por Calvin Harris com participação de Kelis.

Inspiração musical:
Freddie Mercury, Madonna, Robyn e todas as coisas pop.

Loja de roupas:
Bon Marché, Paris.

Acessórios:
Uma bolsinha de mão Chyc Cabas, por Yves Saint Laurent.

Leitura atual:
Batavia por Peter Fitzsimons.

Ícone de estilo:
Carine Roitfeld, a antiga editora de Vogue Paris.

Maquiagem:
Umbrian Clay Freshface Foundation e pó Face Lustre.

TV:
Have I Got News For You

DICAS DA KYLIE PARA UMA BOA NOITE DE SONO:

Vá para a cama quando você estiver cansado, e não quando você acha que deveria;

Não coma muito tarde (difícil quando você namora um espanhol);

Tente não consumir cafeína depois do meio dia;

Tome um banho quente com óleos e velas aromatizadas para relaxar antes de ir deitar;

Exercite-se. Se você não fez nada físico ao longo do dia é muito mais difícil de dormir;

Faça da sua cama um local de refúgio com lindas roupas de cama, almofadas e edredons;

Relaxe. Você dormirá melhor quanto menos se estressar;

Exclua TVs, computadores, iPads e telefones celulares do quarto.

Comentários ()
Tags: Entrevistas Familia Publicado por James Sabel em 16 de setembro de 2011 às 16:00

Você pode se interessar também por:

Facebook

Twitter

Copyright © 2004-2017 KYLIE.com.br - Kylie Minogue Brasil. Todos os direitos reservados.

Designed por Leo